O Corinthians anunciou na última terça-feira (19) o retorno de Danilo como treinador da equipe sub-23. Multicampeão em oito temporadas como jogador alvinegro, o ex-meia assumiu o comando do time que era comandado por Leivinha. Apesar do passado, a escolha pode ser um risco muito grande para todos. Entenda o motivo abaixo!

Por Rafael Brayan

O principal problema é o próprio sub-23, que segue como alvo direto da torcida e da imprensa. Após diversos erros da gestão anterior de Andrés Sanchez, a categoria promete ter maior atenção do clube e ser tratada com mais profissionalismo. Inclusive, o retorno de Fernando Lázaro para o comando do CiFut e a contratação do ex-meia Alex para coordenar a base podem auxiliar muito na integração do sub-23 ao profissional.

Com essa atenção maior, há menos tempo para avaliação se um trabalho é realmente bom ou não. A torcida vai cobrar por resultados e claro, por desempenho também. Sim, certamente alguns jogadores mais qualificados que estavam emprestados reforçarão o elenco do Corinthians, mas saber aproveitar cada atleta e seguir com o processo de desenvolvimento dos jovens é algo que requer muito trabalho, atenção e tempo. Algo que, no início da carreira, fica ainda mais difícil.

Danilo estudou, fez curso na CBF Academy, tem uma escolinha de futebol e tem vasta experiência como ex-jogador de futebol. Porém, essa cobrança de resultados e desempenho imediato pode acabar resumindo (de uma maneira errônea e problemática) o início de carreira de Danilo como treinador e, também, a ideia promissora de ter uma equipe sub-23 no Corinthians. 

 “É uma grande oportunidade. Fui atleta por 20 anos e tenho muito a passar para frente. Eu vinha estudando, fiz cursos da CBF e recebi o convite do Duilio, Alessandro e do Alex. Iniciar a carreira aqui é uma honra. Vamos trabalhar muito para ter grandes resultados”

disse Danilo, em entrevista ao site oficial do Corinthians.

E não estou dizendo que Danilo não deveria retornar ao Corinthians. Apesar de ver um potencial problema com o fato de Duílio estar colocando diversos ídolos em sua volta como forma de proteção, eu acho uma boa ideia a oportunidade de aprendizado para um jogador que representou tanto com a camisa do Timão. 

Assim que foi levantada a ideia de retorno de Danilo, pensei que ele assumiria o cargo de auxiliar técnico. Seja ajudando na própria equipe sub-23 ou no time profissional, ao lado do treinador Vagner Mancini. A escolha do Corinthians para o cargo de comandante da equipe pode acabar sendo prejudicial ao início da nova carreira de Danilo e seguir com a cobrança excessiva em cima da equipe sub-23 do clube alvinegro.

VEJA TAMBÉM:

ENTENDA COMO VITINHO ALCANÇOU SEU MELHOR MOMENTO NA BASE

9 JOVENS PROMESSAS PARA O PROFISSIONAL DO CORINTHIANS EM 2021

ANO POR ANO: SAIBA COMO ESTÃO AS MAIORES PROMESSAS DO CORINTHIANS NA DÉCADA

Deixe uma resposta