Nesta quinta-feira (24), no Estádio Carlos Alberto Costa Neves, em Caçador-RS, o Corinthians entra em campo às 15h para enfrentar seu último desafio da fase classificatória do Brasileirão Feminino Neoenergia 2021.

Adversários na grande final da edição de 2020, as equipes se reencontram para esta rodada de número 15 em momentos distintos: classificado, o Corinthians joga apenas para cumprir tabela. Já as catarinenses lutam braço a braço com o Flamengo/Marinha para garantir a classificação às quartas de final e ter maior sobrevida no campeonato.

Com a vitória diante do Minas Brasília por 5×0 no último sábado (19), as alvinegras do Parque São Jorge chegaram aos 37 pontos e puderam dormir tranquilas com a garantia de não serem mais ultrapassadas por ninguém independente dos resultados desta última rodada.

Ainda no sábado, o Corinthians anunciou através de sua assessoria que a atacante Giovanna Crivelari estaria recebendo propostas de clubes do exterior e, sendo assim, liberada pelo clube para fazer uma eventual negociação. A camisa 19 não disputa uma partida pelo Corinthians desde o dia 23 de maio, quando foi substituída por Arthur Elias no intervalo e não viajou na rodada seguinte para enfrentar o Flamengo. Desde então, são 30 dias sem Crivelari em campo. Apesar disso, a atacante segue integrada ao elenco e, cumprindo seu contrato, viajou à Santa Catarina para reforçar a equipe e deve ser relacionada.

Entre uma iminente saída, também uma chegada: a zagueira Tarciane, ex-Fluminense, foi anunciada com mais um reforço para a defesa das Patroas. A defensora, muito conhecida por sua precisão na bola parada e boa estatura, ainda não foi registrada no BID e deve estrear apenas nas quartas de final do Brasileirão, após as Olimpíadas.

Foto: Divulgação/Corinthians

Ainda sem Arthur Elias, que se recupera de uma cirurgia para retirada da vesícula, a qual foi submetido na última semana, a equipe deverá seguir sob o comando de Rodrigo Iglesias, presente na beira do campo nas duas maiores goleadas do Corinthians no ano.

Além do comandante, as alvinegras terão um caminhão de desfalques: Adriana, Tamires, Erika, Andressinha e Poliana, convocadas pela treinadora Pia Sundhage aos Jogos Olímpicos, já se preparam para servir a Seleção Brasileira; Katiuscia e Gabi Zanotti estão suspensas após o terceiro cartão amarelo; e por fim, a goleira Natascha passará por uma artroscopia no joelho direito, após se queixar de dores e desconfortos ao departamento médico, e também não será relacionada. A expectativa para a recuperação plena da arqueira é de, em média, 6 semanas. Tainá Borges segue no departamento médico se recuperando de um rompimento de LCA e Miriã ainda trata uma entorse de tornozelo.

Em sua história, Avaí/Kindermann e Corinthians se enfrentaram oito vezes e o saldo é positivo para as paulistas. São 6 vitórias, 2 empates, 13 gols marcados e 6 sofridos, além, claro, da conquista do bicampeonato brasileiro de 2020. A maior algoz da equipe de Caçador é Adriana, com 3 gols marcados.

Entre desfalques e presentes, o treinador Rodrigo Iglesias terá que entrar em campo com um time misto e deverá testar jogadoras que não tiveram tanta oportunidade durante as rodadas anteriores e aproveitar a oportunidade para testar configurações diferentes do time. Sem a obrigação de vencer e diante de um adversário que depende dessa partida para sobreviver, o Corinthians terá mais liberdade de criação e poderá usar o confronto como um experimento.

Avaí/Kindermann x Corinthians terá o comando de arbitragem de William Machado Steffen, Gizeli Casaril e Luciane Rodrigues do Santos. A transmissão é por conta da CBF/TV através da plataforma Eleven Sports e também do canal Desimpedidos no YouTube.

VEJA TAMBÉM:

Deixe uma resposta