Coluna escrita pelo torcedor do Corinthians: @GuihCharito.

Assistindo ao jogo do Barcelona e tudo o que aconteceu na partida, vendo as reflexões de torcedores, de analistas e de todos envolvidos na partida, é quase unânime o diagnóstico de fim de ciclo para grandes jogadores que fizeram história no clube. Piqué, Busquets, Jordi Alba, Rakitic e Luis Suárez estão a cada dia que passa mais insustentáveis dentro de um time que pensa em ser competitivo no cenário do futebol atual.

  • Acompanhe análises, dados e curiosidades do Corinthians também no perfil da SCCP Scouts no INSTAGRAM e no FACEBOOK.

E o que isso tem a ver com o Corinthians? No Corinthians acontece o oposto disso, jogadores que claramente encerraram seus ciclos a cada derrota do clube são pautas permanentes quando o assunto é a falta de elenco ou um suposto mal desempenho de alguns jogadores.

Jadson, Ralf e até Danilo são pedidos frequentes da torcida do Corinthians para que retornem e com o bom e velho argumento de que “fariam muito mais do que os que estão lá”, o que é uma mentira.

O Corinthians não consegue pensar em um trabalho a longo prazo porque está eternamente preso à sombra de um passado vitorioso que infelizmente não volta mais. Jogadores identificados com o clube e com a torcida não fazem mais à diferença se não tiverem aliados à performance em campo, tanto técnica e principalmente física.

Ninguém tem dúvidas que esses jogadores se doariam em campo, da mesma forma que os grandes ídolos do Barcelona deram seu máximo, e o resultado foi um acachapante 8×2. Futebol é muito mais que identificação e vontade, e clube nenhum pode ser refém disso.

VEJA TAMBÉM:

CORINTHIANS NO BRASILEIRÃO: COMO JOGA O GRÊMIO, ADVERSÁRIO DA 3ª RODADA

MERCADO SCOUTS: 19 JOGADORES PARA FICAR DE OLHO NO BRASILEIRÃO

VICE DO PAULISTÃO EXPÕE PROBLEMAS DO CORINTHIANS, MAS NÃO DEVE ABALAR TRABALHO DE TIAGO NUNES

Deixe uma resposta